Celebrando Ostara

Celebramos o crescimento da deusa menina que agora se transforma em Donzela, o despertar das flores, a energia cíclica que agora sai de dentro da terra para fora, germinando as sementes que foram plantadas com a deusa menina.







Quando celebro Ostara?


Este Festival da roda do ano, acontece por volta do dia 21 setembro aqui no Brasil, e 21 de março no hemisfério norte, recordando o equilíbrio entre o dia e a noite, marcando o equinócio de Primavera a entrada para uma metade da roda solar.







Nos encontros de mulheres também celebramos a passagem de Perséfone do mundo subterrâneo para o encontro de sua mãe Deméter, trazendo alegria novamente ao mundo.



Em Ostara é tempo de florescer, de sair de dentro da casca e crescer.

Existe um provérbio latino - omnum vivium ex ovo - que diz uma antiga sabedoria de que "toda a vida se origina de um ovo"


Esses ovos são símbolos de fertilidade, nascimento e eternidade desde que o mundo é mundo.


Existe uma das lendas de criação do universo vem de um ovo primordial, botado por uma deusa pássaro e chocado pelo deus sol com seus raios de calor e nutrição.


Os antigos hebreus acreditando que sua linhagem pudesse perpetuar, comiam ovos, sempre após algum enterro, simbolizando a vida sobre a morte.


O ovo foi usado por muitas culturas em toda parte do globo para simbolizar formas mágicas de cura e exorcismo.


Na idade da pedra, encontrava-se sempre ovos de argila que eram deixados ali em oferendas como símbolo da eternidade do nascimento.


O ovo detentor de potencial de energia criativa da vida e fertilidade era um dos símbolos do festival de primavera dos povos nórdicos e celtas em oferenda a deusa Eostre e Ostara assim como no oriente para Astarte e Ishtar.


Logo mais falarei um pouco sobre o nosso ritual de Primavera onde utilizaremos casquinhas de ovos…




História de Ostara


Para conhecer essa deusa Vamos ir até Alemanha onde começou a sua lenda durante o mês de abril, conta-se que ela encontrou um pássaro ferido e complacente de sua dor o transformou em uma lebre que poderia botar ovos coloridos, até que um dia, ela ficou irritada com a lebre e a jogou aos céus, fazendo surgir a constelação de lepus, mas recordou a lebre que ela poderia voltar uma vez por ano na primavera para compartilhar seus ovinhos coloridos especiais.


(Agora eu fico aqui me perguntando o que será que esse pássaro lebre deve ter feito a Deusa Ostara? Se você tem alguma sugestão escreve aqui nos comentários. )



Aspectos da deusa


O pequeno Deus está aprendendo andar, correr dançar enquanto a deusa cresceu e se transformou numa linda donzela, a deusa agora tem muita atividade mental e física, muita energia que foi acumulada dentro da Terra com a deusa no seu aspecto de menina.


Agora é o momento de encontrar tempo para fazer exercícios para sentir prazer em seu corpo e no mundo, aprender um novo esporte, explorar todas as possibilidades do seu território e se puder fazer isso em grupo, melhor ainda, pois em ostara é o momento de grande necessidade em ser sociável o aumento da sua autoconfiança e a disposição física irá ajudar neste sentido, é a fase perfeita para Donzela fazer novos amigos fertilizar sementes que foram plantadas pela menina.


Devemos lembrar que a donzela é o lado ativo da sua natureza interior o que ela sente no corpo e no pensamento de forma profunda com a sua intuição. A donzela não aceita injustiça e coloca toda sua energia para defender ou proteger qualquer pessoa em situação de fragilidade ou sofrimento. Sua energia cíclica ajudará a todos a sua volta.


Aproveite esse momento para se comunicar socializar, sair se divertir, fertilizar novos projetos e ideias.


Veja a dança circular da DEUSA DONZELA e aprenda e a dançar






Como posso me conectar com a energia de Ostara?

  • Você pode fazer oferendas aos seres encantados da sua região, construindo altares de flores e consagrando esse espaço

  • Construindo guirlanda de flores da época e colocando na porta de casa

  • Fazendo velas com casquinhas de ovos, e neles fertilizando a seus sonhos

  • Fazendo incensos naturais em honra as flores

  • Fazendo seu floral pessoal integrado a lua crescente


  • Usando seu grimório e as velas consagradas no último ritual de Imbolc para se conectar com seu altar

  • Dançando livremente para você e sua deusa donzela

  • Plantando uma árvore e flores

  • Consagrar um espaço a deusa ostara no seu jardim

  • Colocando flores em sua alimentação

  • Preferindo por infusões com flores

  • Cozinhando ovos coloridos

  • Cozinhando alimentos com leite

  • Temperando leite com especiarias

  • Colocando sinos e chocalhos em casa





Os incensos e essências são.

jasmim, íris, bétula, lírio ou narciso



Deusas e §Deuses do festival de Ostara.

Anna Perena, Chloris, Eostre, Ostara, Flora, Frigga, Gauri, Hebe, Juturna, Kachina,Kono-Hana-Sakuya-Hime, Kore, Libera, Maia, Nana, Proserpina, Rana Neida, Russalkas, Aradia, .Artemis, Athena, A Donzela do Milho, Brztomartis, Callisto, Chioris, Diana, Cifjon, Hina, Macha, Ninli~ Oyá, Oxum, Pele, Perséfone, Skuld, Xochiquetzal


Os animais totêmico

galinhas, galos, lebres ou pássaros,

Direção

Sul


Elemento

Fogo


Fase da lua

Crescente


Cores

Verdes e tons pastéis


Altar de Ostara

Com bastante penas, sinos, folhagens e flores da estação





Ritual de Ostara.


  • Vela

  • Grimório

  • Sementes

  • Adesivo

  • Casca de ovos

  • Canetinha

  • Taça com leite



Separe um momento onde você não será interrompida e coloque seu grimório e uma vela consagrada do nosso último encontro do seu lado.


Leia em seu grimório a lista de sonhos e desejos para essa nova roda que fizemos em Yule.


Faça uma oração de acordo com sua deusa interior e se concentre no seu útero na sua fertilidade, respire profundamente algumas vezes com os olhos fechados e visualize uma luz dourada em volta do seu corpo, coloque um sorriso interno de felicidade, e ao abrir seu olhos sorria.


Pegue seu grimório e desenhe em uma nova folha um ovo para cada sonhos que você escreveu em yule, concentrada em sua respiração e sorrindo por dentro, escolha uma semente e coloque no meio do desenho do ovo e fixe com uma fita adesiva, ao fixar a semente diga:


  • Com a benção do meu útero eu consagro a fertilizar o desejo de ….. que a deusa …… me traga clareza, discernimento e concentração para que eu o realize, Esta feito! mostre me!


Continue da mesma forma com todos os desejos, os fertilizando no grimório com as sementes, e ao finalizar o fetío com as sementes, deposite as que restaram em uma casquinha de ovos, faça uma oração final, agradecendo a sua Deusa interior pelas conquista já realizadas, e tome o leite em sinal de integração com a deusa.


Deixe a casquinha com as sementes no seu altar e no outro dia, enterre as debaixo de uma árvore e medite neste lugar por uns minutos.



Deixarei aqui, uma oração a deusa para te inspirar





Oração a Deusa



"Eu, que sou a beleza do verde sobre a Terra, da Lua branca entre as estrelas, do mistério das águas e do desejo no coração dos homens, falo à tua alma: desperta e vem a mim, pois, sou Eu a alma da própria natureza, que dá a vida ao Universo.



De mim nasceram todas as coisas e a mim, tudo retorna.


Ante meu rosto, venerado pelos Deuses e pelos homens, deixa tua essência se fundir em êxtase ao infinito.



Para me servires, abra teu coração à alegria, pois, vê: todo ato de amor e prazer é um ritual para mim.



Cultiva em tua alma a beleza e a força, o poder e a compreensão, a honra e a humildade, a alegria e o respeito.



E a ti, que buscas me conhecer, eu digo: tua busca e teu anseio de nada te servirão sem o conhecimento do mistério de que, se aquilo o que procuras tu não encontrares dentro de ti mesmo, jamais o encontrarás fora de ti.



Pois, vê, sempre estive contigo - desde o começo - e sou aquilo o que se alcança além do desejo."


(Extraído do Anuário da Grande Mãe - Mirella Faur)


Referência Anuário da Grande Mãe - Mirella Faur



Escrito por Claudiane Pires

Imbolc

Lua nova em escorpião




6 visualizações